jusbrasil.com.br
25 de Fevereiro de 2021

Ateísmo não é maldade, preconceito sim!

"O mal é como uma bactéria que se alimenta dos preconceitos, dos vícios e da ignorância das pessoas". Daniela Alessandra

Daninha Ohana, Professor
Publicado por Daninha Ohana
há 6 anos

Que medo de tanto preconceito e ignorância juntos!

E, disso, mais do que nunca entendo bem. Sou ateia e há uns 3 dias fui expulsa do grupo de Pedagogia do aplicativo Whatsapp após criticar ou melhor, retrucar, como escreveram, sobre um vídeo que fala sobre famosos como Lennon, Marilyn, Mamonas, Tancredo e outros que tiveram como castigo a morte por não crerem num ser imaginário.

Na verdade, começou antes, pois dentro do grupo, postaram para votar contra o homossexualismo e eu fui contra porque crianças não devem ser induzidas ao ódio e preconceitos e todos queremos e devemos respeito. Queria ver terem coragem e peito para fazerem isso com bandido!

Mas sobre o vídeo, após elas postarem a bíblia quase inteira (só as partes bonitinhas, claro!) dando indiretas, não gostei e também me senti no direito de postar algumas imagens e expressar minha humilde opinião sem ofender nenhum ser humano sobre o assunto. Aí, além de insinuarem que, quem não crê no deus deles gosta do diabo, não tem alma, não é bom e mais, escreveram várias críticas. Então, publiquei mais imagens, discutiram e aí, por opinião geral, fui expulsa do grupo do aplicativo Whatsapp da Faculdade.

Chorei de raiva! Puxa, não faço mal a ninguém, pelo contrário, sou a favor do bem, dos bons e inocentes, da ética e é isso, só isso que falsos religiosos fazem: espalhar a raiva, o preconceito e coisas ruins em nome de uma maldita fantasia criada pelo homem! Na escola onde estágio já falaram que eu sou isso porque estudo demias, pode?

Pior é pensar no futuro do meu filho convivendo com esse maldito preconceito e, também quando as aulas voltarem serei crucificada e depois ignorada, como costuma acontecer. E, são e serão elas futuras professoras ignorantes e preconceituosas! Isso, se passarem, já que a maioria só escreve no grupo: não estudei mas deus me ajudará!

Me sinto triste, chateada, preocupada, desanimada e com medo.

Att

Daniela

4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Daniela,
não se sinta triste, chateada, preocupada e com medo, vc não é a única que sofre com esse preconceito. Entendo bem seu lado, também sou atéia.
A boa notícia é que pessoas que pensam, como nós, (rsrs) têm aumentado muito nos ultimos anos com o avanço da tecnologia da informação .
Sobre terem te excluído do Whattsapp, é ridiculo como certas pessoas só incluem em seus círculos de amizade ou grupinhos de "panelinha" quem pensa exatamente igual, quem partilha das mesmas idiotices, sem entender que pode-se ter idéias diferentes sem ter que digladiar um ao outro.
Saiba que vc não está sozinha!
O racionalismo está crescendo e ainda tenho fé que conseguiremos, numa época que ainda está longe, acabar com todo o mal causado por religiões e gente "bitolada" que usa de seres mitológicos para justificarem suas arrogâncias, preconceitos, tabus e toda sorte de maldades.
Enfim, poderia passar o dia aqui falando da mesma indignação que vc sofre, mas passei só pra te dar um apoio e um ombro amigo, pois não é fácil ser ateu/ateia em um país nem um pouco laico.
beijos!
;) continuar lendo

Bom dia Daniela, tudo bem?
Fiquei até com um pouco de pena de vc (rsrsr), verdade...., eu já senti isso também, mas agora faço até piada (já tive minhas redes sociais reduzidas por expor publicamente a minha descrença)...., hoje tenho pouquíssimos "amigos", exatamente por falar o que penso sobre tudo (sou assim, fazer o que?)....,até alguns parentes me deixaram de escanteio.
Parece que se a gente não crê em algum deus é porque acredita no demônio (como assim??? Se deus não existe como poderia existir o demônio?). Eles não entendem que a gente não crê em nada e já vai dizendo que cremos em um demônio imaginário....Afff.
Difícil a maioria dos pensamentos que há por aí...., mas fique calma, pense positivo e siga em frente com a sua falta de fé!
Abraço
Att. Elane continuar lendo

Não sou ateu mas já percebi esse mesmo comportamento em todos os meus amigos (e amigas) que converteram-se ao protestantismo nos últimos anos. Todos "sumiram", nunca visitam minha casa, nunca ligam e pouco ou nada interagem comigo, mesmo em redes sociais. Todos os convites para sair mesmo que apenas para ir a um restaurante são sempre recusadas com as desculpas mais estapafurdias. A analise que eu faço é de que isso deve-se ao fato de eu ser espírita e sei que não estou enganado. Apenas para corroborar essa afirmação: costumo encontra-los em grandes grupos, depois dos cultos, nos mesmo restaurantes para os quais os convido a ir mas nunca recebo uma resposta positiva. Parece haver um verdadeiro "gueto" evangélico criado pelos próprios para não misturar-se com os "não evangélicos". O meu conselho é ter paciência, Daniela. Isso já me incomodou mas hoje sei que estou deixando de perder meu precioso tempo com pessoas que não gostam de mim e nem tem nada a somar em minha vida. Tenha certeza de que ainda existem pessoas muito legais no mundo que não importam-se se você é palmeirense ou vegano, judoca ou cinéfilo... continuar lendo

O problema é quando usam da religião da maioria pra discriminar e ainda sair impune. E isso tem acontecido muito nos últimos anos. Sou descrente e sei bem o que é isso. Por esse motivo que eu apoio quando política e causa de DIREITOS IGUALITÁRIOS. Pq quanto mais pessoas, sejam elas o que forem, conseguirem o direito de ser o que são, mais nos aproximamos do fim disto tudo. Deste preconceito nocivo que nos destrói todos os dias.

Por isso que é comum ver descrentes, não cristãos (pessoas de outras religiões) e mulheres modernas, apoiando algumas causas LGBT. Pq podemos ser diferentes, mas queremos A MESMA COISA. continuar lendo